O certificado digital é um como um CPF ou CNPJ para ser utilizado no ambiente virtual. Ele pode ser armazenado em um smart card,  um token (semelhante a um pendrive) ou na nuvem.  

Esta última opção proporciona mais agilidade ao realizar assinaturas digitais ou outras autenticações em sistemas. Mas como integrar essa funcionalidade aos seus softwares? 

Neste post, vamos ver como funciona e quais as vantagens da API de certificado digital na nuvem. Confira! 

O que é um certificado digital em nuvem 

O certificado digital é uma tecnologia que permite identificar pessoas físicas e jurídicas de forma inequívoca, sem a necessidade de um reconhecimento presencial. 

Ele é emitido por Autoridades Certificadoras vinculadas à ICP-Brasil, entidade que verifica todos os dados do portador e também assegura o alto nível de segurança da solução, garantida por criptografia complexa. 

Além disso, também há a opção de certificado digital corporativo, emitido por Autoridades Certificadoras Corporativas. Ele é tão seguro quanto os certificados digitais ICP-Brasil, e é recomendado para empresas que desejam ter mais segurança nos processos internos.

Quando começou a ser utilizado no Brasil, em 2001, o certificado digital era armazenado em dispositivos como smart cards e tokens. No entanto, com a massificação da computação em nuvem, este ambiente passou a ser uma terceira opção. Aí surgem os certificados digitais na nuvem

Os certificados digitais armazenados em smartcards e tokens, embora funcionais e seguros, sempre geraram dificuldades para os usuários:

  • Problemas de instalação
  • Negação de acesso 
  • Falta de compatibilidade entre sistemas 
  • Perda dos dispositivos
  • Roubo dos dispositivos

Essas dificuldades levavam os usuários a acionar constantemente o suporte técnico. Além de tomar tempo, isso afetava de forma negativa a percepção de valor do certificado digital. 

Ao mesmo tempo que havia esses problemas, a migração dos sistemas para a nuvem vinha se consolidando. E essa foi a condição perfeita para levar os certificados para a nuvem também.

Sem depender de suportes físicos, o certificado digital na nuvem proporciona uma experiência muito melhor aos usuários. Ele é como qualquer outro certificado, o que muda é sua usabilidade. 

Na nuvem o usuário não precisa ter drivers específicos e pode acessar documentos de qualquer dispositivo, desde que tenha internet. Assim, o uso se torna muito mais prático e ágil. 



5 vantagens do certificado digital em nuvem 

As principais motivações das organizações para adotar o certificado digital em nuvem são:

  • Praticidade e agilidade para assinar: o usuário não precisa mais garantir um computador com porta USB ou leitor de cartão, nem instalar drivers para reconhecer a mídia;
  • Segurança do certificado: você não precisará ter cuidados com o token ou cartão, seja para não danificá-lo (evitar exposição a calor extremo, contato com água etc.), ou para não perdê-lo;
  • Segurança no uso: é possível usar o PIN e um outro fator para identificar o certificado digital, assim como seu uso é rastreável;
  • Mobilidade para assinar de qualquer lugar: o certificado em nuvem pode ser utilizado em computadores, tablets e smartphones, 
  • Compatibilidade com sistemas operacionais; e
  • Flexibilidade: hospedagem em infraestrutura própria ou de prestador.

Leia também:  Como o certificado na cloud aumenta a produtividade de médicos

É seguro hospedar o certificado digital na nuvem?

Tokens e smartcards são blindados por uma camada criptográfica extremamente segura. Porém, ligados a suportes físicos, ficam mais sujeitos a riscos como perdas e furtos. Por isso, eles sempre precisam estar armazenados em segurança.

Na cloud, a segurança é garantida pelo armazenamento em um servidor HSM de alta segurança. Inclusive, é o servidor usado pelas próprias Autoridades Certificadoras.

Camadas adicionais de segurança são garantidas por meio do PIN de acesso individual, bem como de fatores de autenticação como OTP, tornando a blindagem consistente.

Leia mais sobre segurança do certificado digital cloud.

API de certificado digital na nuvem: por que integrar ao seu software

O armazenamento seguro de certificados, tanto corporativos quanto ICP-Brasil, pode ser feito no data center da organização ou de um parceiro, como a nuvem da BRy Tecnologia

Para hospedar os seus certificados digitais em nuvem, basta utilizar uma API para integrar a funcionalidade a qualquer sistema, independentemente da linguagem de programação em que estiver escrito.  

Entre as vantagens da API de certificado digital na nuvem estão 

  • Garantia de agilidade na implementação
  • Menor tempo de desenvolvimento 
  • Menos esforço da equipe de TI para suporte
  • Custos menores e mais previsíveis
  • Maior segurança e estabilidade de seus sistemas

Por meio da API,  é possível utilizar o certificado digital em nuvem para a assinatura digital de documentos, a autenticação de operações ou para login em sistemas. 

Se for utilizada junto com as APIs de assinatura digital, de coleta de assinatura e de carimbo do tempo, seu sistema pode contar com uma solução completa e se tornar muito mais robusto. É a garantia de ter um software sempre atualizado e em conformidade com a legislação. 

Integre a API de certificado digital na nuvem da BRy 

Os certificados digitais em nuvem são uma alternativa segura, flexível e prática aos cartões e tokens. Com uma API de certificado digital na nuvem, seu sistema estará adequado ao que há de mais moderno disponível no mercado, e seus usuários poderão aproveitar ao máximo os benefícios dessa tecnologia. 

A BRy é especializada em certificação digital e oferece os melhores serviços para quem deseja ganhar eficiência no desenvolvimento e contar com tecnologia de ponta, com criptografia avançada e total segurança.

Se quiser saber como funciona nossa parceria tecnológica e comercial, entre em contato com nossos especialistas.