A digitalização no agronegócio está avançando e muitos produtores, empresas e prestadores de serviços já estão investindo em ferramentas digitais para comercializar produtos, monitorar lavouras e otimizar a produção. 

Uma recente pesquisa sobre a agricultura digital no Brasil — realizada pela Embrapa, Sebrae e INPE —, revelou que 84% dos agricultores já utilizam ao menos uma solução tecnológica. Redes sociais e aplicativos de mensagem, por exemplo, estão sendo usados por mais da metade dos produtores para obter ou divulgar informações sobre suas propriedades, adquirir insumos e vender a produção.

Diante do crescimento das interações eletrônicas e do uso de tecnologias, qual será o futuro dos contratos e operações no agronegócio? Neste artigo, entenda como a transformação digital está impactando o campo no Brasil.

A transformação digital no campo

A porta de entrada para a transformação digital no campo é a facilidade de comunicação e acesso à informação proporcionada pela internet. Os resultados da pesquisa “Agricultura digital no Brasil”, mostram que os agricultores estão investindo em tecnologia para agilizar a contratação de serviços, pesquisar preços de insumos e obter uma visão mais ampla da propriedade.

De acordo com o estudo, 70% dos produtores acessam a internet para buscar informações sobre agricultura e cerca de um terço usa soluções digitais para mapear a lavoura e a vegetação e prever riscos.

Outro dado reforça o crescimento da tecnologia no agronegócio: a quantidade de startups em  2020 aumentou 40% em relação a 2019: são 1.574 agtechs — ou startups do campo — ativas em todo o país, atuando, por exemplo, no desenvolvimento de soluções para aproveitamento de resíduos, controle ambiental e  monitoramento.

Digitalização no agronegócio: quais as soluções mais utilizadas e a importância de investir em tecnologia

É crescente o uso de tecnologias digitais para planejamento de atividades, gestão, mapeamento da terra, compra e venda de insumos e da produção. No futuro, o agronegócio será um ecossistema totalmente integrado e mais inteligente.

Veja quais são as soluções já em uso no setor:

  • Big Data: soluções para análise de dados de máquinas e equipamentos;
  • Internet das Coisas: tecnologia que viabiliza a integração entre diferentes máquinas, equipamentos e sistemas;
  • Computação em nuvem: solução eficiente e segura para armazenamento de dados e consulta de informações em tempo real de qualquer dispositivo conectado a internet;
  • GPS e imagens de satélite: monitoramento da propriedade e controle das atividades;
  • Biometria: tecnologia para controle de acesso e redução de fraudes, como a falsidade ideológica.

Ao investir nessas tecnologias, é possível obter benefícios importantes que podem, inclusive, garantir a sustentabilidade dos negócios:

  • Agilidade e precisão na tomada de decisões;
  • Aumento da eficiência dos processos agrícolas;
  • Ganho de competitividade;
  • Redução de perdas;
  • Produção mais sustentável;
  • Rastreabilidade das atividades e produtos; 
  • Melhor controle financeiro.

Assinatura digital:  o futuro nos contratos do setor agrícola

Mas para realmente otimizar as atividades do agronegócio, é preciso garantir eficiência na hora de fechar acordos. Pouco adianta contar com um software para gestão eletrônica de documentos e ter de imprimir contratos para serem assinados.

A solução é a assinatura digital, que oferece toda segurança para assinatura de documentos à distância, a qualquer dia e horário. 

Essa tecnologia faz uso de um certificado digital emitido pela ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira) para garantir a segurança e integridade aos documentos assinados. Sua validade jurídica é garantida pela MP n° 2.200-2/2001. É a assinatura eletrônica com maior nível de qualificação e segurança.  

Saiba mais sobre a segurança e validade jurídica das assinaturas digitais no vídeo abaixo:

Por que utilizar a assinatura digital?

A assinatura digital pode ser utilizada em diversos documentos, como pedido de vendas, duplicata, contrato de Barter, Célula de Produto Rural (CPR) e Receituário Agronômico. Por isso, oferece muitas vantagens para o agronegócio:

  • Agilidade na assinatura de contratos;
  • Otimização de processos;
  • Conformidade jurídica;
  • Proteção aos dados;
  • Redução de custos;
  • Sustentabilidade;

A sua empresa também pode assinar contratos com segurança e agilidade.

Saiba como a AMAGGI, uma das maiores empresas de commodities da América Latina, acelerou a formalização de negócios com a assinatura digital: AMAGGI proporciona mais agilidade e facilidade no campo com assinatura digital em contratos.