O agronegócio nacional também está avançando na transformação digital e investindo de forma crescente na inovação tecnológica. 84% dos produtores rurais fazem uso de ao menos uma solução digital — segundo a pesquisa Agricultura Digital no Brasil — e a quantidade de agtechs aumentou 40% em 2020 em relação a 2019. Nesse contexto, a assinatura eletrônica no agronegócio assume papel fundamental como ferramenta para viabilizar, de forma eficiente e segura, a formalização de acordos.

A assinatura eletrônica é uma forma de subscrição que utiliza um conjunto de evidências para identificar o signatário — como endereço IP do dispositivo, localização, e-mail, login e senha. A assinatura digital, por sua vez, exige o uso de um certificado digital emitido pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil). Ambas modalidades são válidas juridicamente pela MP. 2.200-2/2001.

Neste artigo, conheça 6 vantagens da assinatura eletrônica para o agronegócio e em quais documentos é possível usá-la.

A digitalização completa de processos só é possível com a assinatura digital. Confira o infográfico e saiba como funciona essa tecnologia.

6 vantagens da assinatura eletrônica no agronegócio

A pesquisa “Agricultura Digital no Brasil” revela o aumento do uso de tecnologia no campo. 40% dos produtores rurais já utilizam ferramentas digitais para compra e venda. Nesse processo, é preciso assinar documentos, certo? É a assinatura eletrônica que permite isso. Confira 6 vantagens da tecnologia:

1. Digitalização completa dos processos

Produtores rurais estão usando WhatsApp e Facebook para divulgar suas atividades e comercializar a sua produção, ou seja, estão circulando várias informações em formato digital. No entanto, é mais vantajoso ter uma jornada 100% digital, incluindo a formalização de acordo.

A assinatura eletrônica permite que todo esse processo ocorra apenas no ambiente virtual, com toda segurança necessária. Isso é essencial em um mercado cada vez mais conectado, imprevisível e competitivo.

2. Agilidade na formalização de acordos

Uma das consequências da digitalização de documentos é a desburocratização de processos, pois reduz a circulação de arquivos impressos, deslocamentos e reuniões presenciais. Dessa forma, a assinatura eletrônica proporciona mais agilidade na hora de iniciar ou finalizar um processo.

A tecnologia facilita, ainda, o relacionamento entre empresas e produtores rurais, que podem trocar contratos e documentos online a qualquer horário e de qualquer lugar. Basta ter um dispositivo conectado à internet.

3. Aumento da produtividade

Todas as operações do agronegócio podem ser otimizadas com a assinatura eletrônica. Encurtando o tempo para a formalização de um contrato, é possível adiantar a chegada de determinado insumo, reduzir as chances de atrasos ou a interrupção das atividades.

Transações financeiras e compra e venda de produtos podem ser concluídas em menos tempo, o que impulsiona a produtividade, já que as atividades operacionais e manuais diminuem.

4. Redução de custos

O mercado está mais atento ao impacto da produção agrícola ao meio ambiente, por isso aqueles que desejam manter a sustentabilidade de seus negócios, também devem tomar medidas para promover a sustentabilidade ambiental. Implantar a assinatura eletrônica é uma dessas ações. 

A redução do papel diminui os impactos ambientais. De acordo com a The World Count, para produzir uma tonelada de papel novo são necessários de 50 a 60 eucaliptos, 100 mil litros de água e 5 mil KW/h de energia. 

Uma empresa que gere 100 contratos de 10 páginas: 

  • Consome 1o mil litros de água
  • Emite 6.800 Kg de CO2
  • Gera 0,5 Kg de lixo
  • Gasta R$ 136 com papel e impressão

Ao implantar essa tecnologia, você pode eliminar o uso do papel, impulsionando a transformação paperless. Com isso, é possível reduzir os gastos relacionados à circulação e armazenamento de documentos impressos, papel e tinta. 

5. Maior segurança

A assinatura eletrônica possui diferentes mecanismos de autenticação, o que garante segurança aos seus processos e transações. É muito mais difícil alguém falsificar sua assinatura eletrônica. A versão manuscrita pode até ser copiada.

Os documentos eletrônicos também ficam mais seguros, principalmente quando armazenados na nuvem, que possui controle de acesso e mais recursos para proteção de dados.

6. Busca de novos mercados

Se a assinatura eletrônica pode ser usada de qualquer lugar, você pode ter mais facilidade em fazer negócios com parceiros, clientes e fornecedores de qualquer lugar do mundo, não é mesmo?

A presença digital e o uso de soluções que viabilizam processos totalmente digitais, contribui para superar as dificuldades de deslocamento e a necessidade de encontros presenciais.

Aplicações da assinatura eletrônica no agronegócio

A assinatura eletrônica é versátil, segura e pode ser utilizada para assinar diversos documentos eletrônicos que fazem parte do dia a dia do agronegócio. Confira alguns exemplos.

  • Duplicata;
  • Contrato de Barter;
  • Pedido de venda;
  • Célula de Produto Rural (CPR);
  • Receituário Agronômico.

Deseja impulsionar a transformação digital no seu negócio mas ainda não sabe como começar? Baixe nosso e-book para entender tudo sobre certificação digital e suas tecnologias!

Guia Descomplicando a certificação digital