Empresas de diversos tamanhos e segmentos estão investindo em APIs para conectar serviços, integrar dados, reduzir o tempo de lançamento de soluções e melhorar a experiência dos usuários. 

Em 2020, inclusive, a pandemia aumentou em 34% o uso de APIs, o que mostra como essa tecnologia é importante para inovar mesmo em momentos de instabilidade socioeconômica. 

No entanto, é fundamental dar atenção para a segurança de API, pois são frequentes os ataques e ameaças às barreiras de proteção.

Assim, para evitar que seus dados sejam violados, é preciso adotar algumas medidas de proteção. Conheça, neste post, as 7 melhores práticas para controlar riscos e evitar ataques a APIs. 

Quais os principais riscos de segurança de API?

Por conectar diferentes sistemas e transitar um grande volume de dados, as APIs são alvo constante de ataques. Por isso a importância de adotar medidas para garantir que somente aplicações e desenvolvedores autorizados possam se comunicar com suas APIs.

O Open Web Application Security Project é uma comunidade online que classifica as maiores vulnerabilidades de segurança de aplicativos da web. Veja a seguir quais são os principais riscos de acordo com o OWASP Top 10

  1. Quebra de Controle de Acesso
  2. Falhas Criptográficas 
  3. Injeção 
  4. Design Inseguro
  5. Configuração Insegura
  6. Componente Desatualizado e Vulnerável 
  7. Falha de Identificação e Autenticação
  8. Falha na Integridade de Dados e Software
  9. Monitoramento de Falhas e Registros de Segurança
  10. Falsificação de Solicitação do Lado do Servidor

Leia também: 9 pontos a considerar na hora de escolher uma API de assinatura digital

Medidas para garantir a segurança de API

É importante lembrar que há diferentes ameaças de acordo com a modalidade da API. As APIs privadas são mais restritas e permitem maior controle de acesso, enquanto que as públicas são compartilhadas entre parceiros — o que facilita a integração de dados e a expansão dos negócios — e exigem mais atenção quanto à segurança.

Confira as 7 melhores práticas para garantir a segurança de API:

1. Autorização e autenticação

Implemente outros padrões e métodos de autenticação e autorização além do login do usuário e senha, ou mesmo da autenticação de dois fatores. É possível aplicar a autenticação HTTP basic — umas das técnicas mais simples para controle de acesso —, autenticação HTTP Digest — que aplica hash criptográfico —, autenticação através de certificados digitais ou mesmo por token. Outra boa prática é utilizar modelos como OAuth, 

2. Criptografia

A quebra de autenticação e falhas na configuração de segurança podem levar ao vazamento de dados pessoais e sensíveis dos usuários, por isso a aplicação de criptografia é essencial. Protocolos SSL/TLS e HTTPS são algumas soluções de criptografia que podem ser adotadas para garantir a privacidade.

3. Monitoramento

Para identificar comportamentos maliciosos ou vazamento de dados, monitore a disponibilidade e o desempenho da API. Ao limitar o uso de serviços através de throttling, por exemplo, e monitorar o tráfego, você pode identificar ameaças mais rapidamente.

4. Controle de dados no back end

A proteção do tráfego de saída pode ser crucial para neutralizar uma ameaça que superou as barreiras de acesso do front end. Muitas organizações não conseguem impedir ações maliciosas pela falta de mecanismos de proteção no back end — por vezes visto como um setor não vulnerável.

5. Aplicação de testes de API

Realize testes e auditorias de suas APIs e da sua infraestrutura de forma periódica. Confira os logs das atividades realizadas com as APIs e se os mecanismos de segurança adotados estão realmente sendo eficientes e protegendo suas informações.

[Infográfico] Entenda como um documento assinado digitalmente é autenticado. Criptografia e assinatura digital:como funciona o processo de autenticação de um documento

A importância de contar com um bom fornecedor

Somente um fornecedor com experiência no desenvolvimento de APIs pode atender todos os requisitos de segurança. A integração de dados exige, afinal, muitos cuidados para evitar o vazamento de informações sensíveis de usuários e clientes. 

Por isso, invista apenas em APIs de um parceiro de confiança, que garanta não somente eficiência, mas também proteção aos dados.

Conheça as APIs da BRy Tecnologia: Manual de APIs BRy para Desenvolvedores