Muitas empresas estão investindo em APIs para acessar funcionalidades de aplicativos através do seu próprio sistema. 

Essa é uma ótima estratégia para aproveitar soluções robustas sem precisar lidar com a complexidade do desenvolvimento, entregar valor para clientes num curto espaço de tempo e estar em compliance com as principais regras de segurança. 

Mas apesar das vantagens, é preciso tomar alguns cuidados na gestão de APIs para garantir a segurança e eficiência das aplicações. Neste artigo, veja o que você deve considerar no gerenciamento de APIs para evitar problemas de vazamento de dados e de desempenho. Acompanhe!

5 cuidados essenciais para garantir a segurança e eficiência na gestão de APIs

Com o crescimento dos sistemas conectados e integrados a serviços de terceiros, a gestão de APIs começou a ganhar mais importância entre os desenvolvedores e gestores de TI. Isso porque, para garantir o bom desempenho da solução e a segurança dos dados, é preciso tomar alguns cuidados — especialmente no uso de APIs privadas.

A gestão de APIs têm como objetivos gerenciar o ciclo de vida das interfaces utilizadas, reduzir a necessidade de retrabalho e a exposição dos sistemas da empresa e, claro, organizar as aplicações utilizadas.

Veja quais são os 5 principais cuidados que você deve ter para garantir a segurança e a eficiência na gestão:

1 – Funcionalidades em formatos amigáveis

Serviços de aplicativos legados, mais complexos, podem ser convertidos das APIs para formatos mais “amigáveis”, o que é fundamental para simplificar processos. 

Assim, os desenvolvedores podem criar soluções mais eficientes, como funcionalidades personalizadas para apresentação dos serviços do projeto.

2 -Proteção contra ataques

É importante escolher fornecedores de APIs que tenham boas práticas de segurança e privacidade, uma vez que tratarão dados do seu negócio. 

Verifique que apenas os dados realmente necessários são enviados para a API e que padrões e técnicas adequadas de segurança são utilizadas. É importante verificar também que tipos de dados a API retém e com que propósitos, para garantir a conformidade com a LGPD e diminuir o risco de exposição dos dados dos seus clientes.

3 – Controle de acesso

Os recursos de controle de acesso devem permitir o gerenciamento de identidade, com implantação de login para impedir que usuários não autorizados acessem dados e aplicações da sua empresa. É fundamental, também, garantir a rastreabilidade de cada acesso.

Saiba como integrar a assinatura digital aos softwares da sua empresa no infográfico: Integração de assinatura digital via API

infográfico sobre api de assinatura digital

4 -Disponibilidade dos aplicativos

Para evitar problemas no desempenho dos sistemas que fazem uso das funcionalidades de uma determinada API, é essencial garantir a disponibilidade dos aplicativos para usuários finais e back-end. Assim, mesmo que haja uso externo da API, a performance é mantida.

É bom lembrar que seu sistema pode receber milhares de requisições por minuto, por isso você deve não apenas mensurar o uso do serviço, como também considerar a escalabilidade para que a infraestrutura não seja comprometida,  garantindo a  disponibilidade dos aplicativos. 

5 – Fornecer recursos para os desenvolvedores

A gestão de APIs permite a criação, análise, execução, proteção e gerenciamento de APIs, por isso os desenvolvedores precisam ter acesso aos recursos necessários para desenvolver soluções eficientes e relevantes para o negócio.

Como aumentar a eficiência na gestão de APIs

Além de contar com arquitetura REST, autenticação OAuth, documentação bem estruturada e webhook, é interessante também adotar múltiplas linguagens de programação e microsserviços. 

Dessa forma você pode escalar apenas os recursos que precisa — e não todo o sistema —, reutilizar serviços em múltiplas aplicações para entregar apenas o que seu cliente deseja e evitar que bugs interrompam o sistema inteiro. 

Desenvolver funcionalidades de uma aplicação requer a disposição de uma ambiente seguro e eficiente. Conheça nossas APIs e veja os recursos que elas podem oferecer. Confira o Manual de APIs BRy para Desenvolvedores.